Um dia tristonho e escuro
Como quase todos sâo
Regressando do trabalho
Palpitou meu coraçâo.

Sentimento amargo e dôce
Naquele momento senti
Na penumbra desse dia
Escuridâo é estar sem ti.

Estar só é um castigo
Que nâo posso suportar
Minha amiga, a minha vida
A ti eu vou dedicar.

Tal devoçâo que predico
É sincera como eu
Minha vida a ti pertence
Todos meus sonhos sâo teus.

Sonhos que sonhos sâo
Pensamentos, deseijos no ar
Ansiadade pelo dia
Que ao fim te possa encontrar.

Dia de felicidade será
Quando por fim entender
Se contigo nâo puder estar
Entâo prefiro MORRER.


Autor: Ribatejano
Música na voz do: Ribatejano