Escreva, poemas de amor
De sonhos, risos, ou de dores
Escreva com elegância
Escreva mais, fale das cores.

Das flores, e dos passarinhos
Das matas, dos rios e do sol
Das estrelas que tanto brilham
Da cama, e até do lençol.

Temos o mar, que é uma fonte
Para ao poeta, inspirar
As cachoeiras, o horizonte
Tudo isto, vem a somar.

Fale da fome de nosso povo
Das crianças atiradas ás ruas
Deste meu País gigante
Das pessoas que andam nuas...

Nuas, não por despudor
Por não terem o que vestir
Mal ganham para o sustento
Nem um canto pra dormir.

Tantas coisas pra falar
Porque falar do alheio
Ponha a cabeça a pensar
Tudo isto, é muito feio.

Sei que sabes escrever
És poeta, e tens valor
Não te ponhas a perder
Escreva sim! Com amor...


Autora: sharme