Se hoje começasse!

Se hoje começasse a viver
Viveria mais antes de morrer
Ficaria mais tempo de olhos arregalados
Os lábios teriam muitos mais sorrisos, açucarados

Iria acordar de madrugada
Ver a noite e o nascer da alvorada
Escutaria mais a voz do tempo a falar
Desnudaria mais meu corpo e meu ser

Deixaria transparecer o meu viver
Escreveria em gelo o meu rancor
O sol estivesse a aquecer
Vestiria-me só de amor

Deixando o meu rancor derreter
Pediria mais a humanidade
Para a natureza preservar
Da cor e do cheiro ter vaidade

Sem máscaras e poder bem respirar
Pediria a Deus para ser pintor
Pintaria as estrelas no céu a cintilar
Seria minha canção oferecida à lua e seu luar

Às flores ofereceria meu suor
Para as ver frescas e orvalhadas
Seu perfume fosse intenso e maior
As cores mais vivas por deus dadas

O mundo seria belo
Sem pensamentos de guerra
E toda a gente falasse a língua da minha terra
A vida podia ser

Grande jardim em flor

Novos e os velhinhos, poderem abraçar-se de amor
Eu diria às crianças, a chave da vida é Escola
Para teres a tua chave, passa a vida de sacola
Pior que a morte é o esquecimento

Ainda pior que ela será o sofrimento

O subir dá prazer
Mais que viver no pino
Mas ninguém pode escolher, a estrada do seu destino
Quando estas coisas aprender.

Estamos chegados ao fim
Deixaremos de viver ao partir deste jardim.

Por: Armando C. Sousa

Enviar a um amigo
clique ao lado!!!

Voltar