Hoje amor, findou o dia nada doeu em mim
Ao abrir o computador estavas tu lá plantada
Flor mais bonita dos amores de meu jardim
Flor que à tantos meses cultivava e esperava.

Medo de voares no espaço foi por ti vencido
Apareceste belíssima mesmo ao chegar o luar
Terminou em alegria meu pensamento dorido
Deste vida ao computador, dele fiz o teu altar.

Por momentos deixa-me em desejo saborear
O prazer de nosso encontro sabor deste beijar
Minha alegria mal a podia conter, meu sonhar
deixando ó pensamento, a cisma de te abraçar.

Ondas do espaço celeste um dia te encontrei
Animando-me para escrever sempre poesia
Transformavas em formatações o que pensei
Enraizando em mim amor de viver, alegria.

Olhei teus lábios rosados desejei húmido beijo
Um beijo de amor que uma filha dá a um pai
Talvez conterei em mim, este grande desejo
Serão apenas esses gritos que do coração sai.

Olha, ontem um quarto da lua surgiu tão bela
Fiquei sentado saboreando a beleza do luar
De momento cruzou sobre mim uma estrelinha
Logo pensei que eras tu, que nos vinha visitar.

De repente ouve na luz um total apagão
A tactear entrei, e encontrei a minha cama
Na cama estendida a minha companheira
Em total escuridão, rolamos loucura…
Velha loucura de quem se ama!



Por: Armando C. Sousa