Deixei meu olhar em ti mergulhar
Estava preso não te podia abraçar
Beijavas, puxavas, fugias, metias
Eu apenas te comia com o olhar
Meus sonhos estavam presos...
Tu os derramavas em minha boca
Ai de mim..
Meus membros todos tesos
Sentia-me fluir dentro de ti
Numa paixão abrasadora, louca
Eras a mais bela que eu vi.
Teus seios apenas os podia beijas
Minhas mãos por ti foram amarradas
Queria comer-te em ti me deliciar
Sentir tua pele macia, tuas enseadas
Queria que depositasses meu corpo, no jardim da paixão
E sentir cravada em mim a seiva do amor
A loucura que arrebata o coração
Mas inebria os sentidos, cheiros de flor
Queria ouvir melodias e canções
O teu sopro abanando meus cabelos
Teus lábios ruçar ouvidos em sonho
Tornando em realidade todos teu zelos
Não queria segredos mas apenas amor
Não queria que lesses na palma da mão
Apenas acordar ao amanhecer
E ter-te ainda nua em meu coração
Não queria roubar o teu carinho
Adorava teus beijos doces e quentes
Como dois passarinhos em seu ninho
Que arrebata-se de prazer as nossas mentes
Tu estas no sonho virtual
Eu não queria este sonho apagar
Outro que venha não será igual
Mas não sei onde te possa encontrar.

Por: Armando C. Sousa