Hoje resumindo minha vida...
chego a conclusão que sou apenas, uma triste poesia.

Meu coração anda solitário, meu peito amargurado...
Não posso tirar dele, nada mas de amor guardado.

Em mim resta só a alma...
Essa que perdida e sozinha, se encontra.

O que mais tirar de mim, se tudo te dei...

Eu inteirinha!!!

Vejo seus olhos e com tamanha alegria...
que os meus, se envergonham em plena luz do dia...

Mesmo assim ainda insisto e resta em mim...

Triste poesia...

Ter você, já não vejo como, ser tua, não posso ser...
Ter alegria??? Esta você já levou a muito tempo!

Na tua ausência em meus dias.

Dura paixão me cobre a alma, martirizando...
e ferindo meu coração.

Que amor demais é esse, que queima feito vulcão...

Resta-me nada... Nada tenho...

E em minha alma apenas...

Triste poesia!!!


Autora: Tei@